Izídio Izídio

Imprensa

18-Dez-2017 15:01 - Atualizado em 20/12/2017 15:05
MOBILIZAÇÃO

Sindicatos organizam paralisação contra a reforma da previdência

Sindicatos ligados a diversas centrais sindicais em Sorocaba e região preparam suas categorias profissionais para cruzar os braços a qualquer momento, caso o governo coloque a Reforma da Previdência em votação na Câmara dos Deputados. 

A decisão de parar dezenas de categorias profissionais em caso de votação da reforma foi tomada em uma reunião na noite de segunda-feira, dia 11, convocada pelo Conselho Sindical de Sorocaba e região.

O movimento em Sorocaba faz parte de uma mobilização nacional contra a votação da reforma e tem a participação da CUT, UGT, CTB, Força Sindical, Nova Central, CGTB e CSP-Conlutas.

Às pressas

O presidente ilegítimo Michel Temer e seus apoiadores no Congresso planejaram colocar a Reforma da Previdência em votação na próxima semana, antes do recesso parlamentar. Entretanto, por não conseguirem garantir os votos necessários para aprovação, a votação ficou para 2018.

“Estamos de prontidão e mobilizando as bases para defender o direito de todos à aposentadoria. Se a reforma entrar em votação, o Brasil vai parar, inclusive a nossa região”, afirma Izídio de Brito, secretário de organização do SMetal.

Os sindicatos também vão reforçar a orientação aos trabalhadores para que procurem os deputados da região e exijam que votem contra a reforma.

 

Imprensa Smetal
Deixe seu Recado