Izídio Izídio

Imprensa

04-Abr-2018 16:12 - Atualizado em 17/04/2018 11:42
NO SMETAL

Fotografias de Tiago Macambira expõem as histórias por trás do golpe

,
Tiago Macambira também é pesquisador de geopolítica internacional, autor do artigo
O Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) inaugura a exposição fotográfica “Para que um novo tempo amanheça”, do fotógrafo sorocabano Tiago Macambira, na terça-feira, dia 10, às 19 horas. 

Pelos coletivos Jornalistas Livres e Mídia Ninja, há quase dois anos Macambira acompanha, em São Paulo e em Brasília, as manifestações dos movimentos sociais e sindicais contra o golpe, em defesa da democracia.

Pelas lentes do fotógrafo surgem as lutas por direitos fundamentais, por moradia e trabalho dignos, por melhorias na saúde, educação e no transporte.

Como artista visual e militante Macambira foca nas histórias por trás dos lutadores e das lutadoras do povo. Por isso, além das imagens, capta também a emoção da força e da organização dos movimentos sociais “feito de gente simples, honesta, que luta por uma vida minimamente digna e cujo traço mais importante é a solidariedade”.

Diante tantas cenas de truculência policial, com a forças do Estado para cima do povo, ele diz sentir revolta quando vê os aparelhos de repressão atacando cidadãos como se eles fossem pessoas violentas, mas também revela que sente esperança, às vezes alegria, tristeza...

Ele passou a integrar os coletivos Jornalistas Livres e Mídia Ninja, que fazem o contraponto à mídia tradicional e convencional, em 2016. “Foi quando comecei a fotografar as manifestações pela democracia em São Paulo. Com o tempo o pessoal da imprensa acaba se conhecendo. O coletivo Mídia Ninja me convidou durante um protesto na Paulista. O convite para integrar o Jornalistas Livres veio  durante uma reunião dentro de uma ocupação da FLM (Frente de Luta por Moradia) em um prédio q estava abandonado desde 2004 no centro de São Paulo”.

Tiago é formado em geologia pela Unicamp. Autor do livro de fotografias “Palimpsesto” e das fotografias do livro “Resistência e Contestação”, da Perseu Abramo.

Já realizou exposições pelo Brasil e em Paris, em 2008, com a exposição “Des Traces du Violence” (Traços de Violência), na Maison du Brésil.

A exposição “Para que um novo tempo amanheça” tem 19 fotografias, selecionadas pela jornalista Fernanda Ikedo, com o apoio do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região.

Inscrições

A exposição será inaugurada nesta terça, 10, e integra a programação do Ciclo de Formação que recebe no mesmo dia a palestra da filósofa Marcia Tiburi, colunista da Revista Cult, autora de vários livros. Entre eles, “Feminismos em comum”, que será lançado no SMetal.

A abertura do evento fica por conta do movimento Baque Mulher. É preciso fazer a inscrição (gratuita) pelo e-mail [email protected], informando nome completo, RG e telefone.

 

Leia mais sobre esse assunto em https://www.smetal.org.br/imprensa/fotografias-de-tiago-macambira-expoem-as-historias-por-tras-do-golpe/20180404-132655-C745

Imprensa SMetal
Deixe seu Recado