Imprensa

11-Mai-2018 16:17 - Atualizado em 22/05/2018 15:52
MANIFESTAÇÃO

Servidores municipais se mobilizam contra Crespo em protesto

05. maio, 2018, imprensa, Divulgação/SSPMS
05. MaioDivulgação/SSPMS
Mais de quatro mil sorocabanos foram às ruas na noite desta quinta-feira, dia 10, em protesto à terceirização do serviço público da cidade, anunciada pelo prefeito Caldini Crespo (DEM). De acordo com os organização, a terceirização representa uma “porta aberta para a corrupção”.O protesto foi convocado pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Sorocaba (SSPMS) e contou com a participação de centenas de sorocabanos de outras categorias profissionais.

“Crespo sucateou a saúde e a educação de Sorocaba, para que fizesse com que a população acreditasse que o serviço é ruim, o que não é verdade”, afirmou o presidente do SSPMS, Salatiel Hergesel, à imprensa local.

Para o Sindicato, os R$ 40 milhões que podem ser destinados por Crespo à prestadora de serviço Cies Global, para gerenciar as UPHs da Zona Norte e Zona Oeste, deveriam ser utilizados na reestruturação do sistema público como “reforma dos prédios, compra de equipamentos, reposição de servidores. Com isso, com certeza teríamos um atendimento público de melhor qualidade e sem corrupção”.

A prestadora de serviços Cies Global está sendo investigada, inclusive, por fraude e cobrança irregular de exames mamografia na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim São Guilherme, após auditoria da Prefeitura.

Para o secretário de organização do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Izidio de Brito, que participou do protesto, o processo de terceirização do serviço público em Sorocaba virou sinônimo de corrupção. “Acabamos de ver isso com a operação Prato Feito, da Polícia Federal, que investiga o desvio de recursos da merenda escolar por empresas contratadas”, criticou.

E continuou: “Além disso, visa desqualificar o trabalho do servidor concursado que necessita de boas condições de trabalho para exercer sua função com dignidade”.

 

Educação

Além da saúde, a Prefeitura de Sorocaba publicou edital na última segunda-feira, dia 7, a fim de terceirização do ensino. O documento é um chamamento público para organizações sociais (OS) interessadas em assumir a gestão de 28 unidades educacionais da cidade e estabelece os parâmetros para concorrência.

 

Imprensa SMetal
Deixe seu Recado